Tyson Foods elimina uso de antibióticos em frangos de corte

BN-FI621_1103an_G_20141103121832

A produtora de alimentos Americana Tyson Foods anunciou que se esforçará para eliminar o uso de antibióticos humanos em sua produção americana de frangos de corte até o final de Setembro de 2017.

A empresa irá apresentar relatórios anuais sobre o progresso, começando com seu Relatório de Sustentabilidade do ano fiscal de 2015.

Tyson Foods já parou de usar todos os antibióticos em seus 35 centros de incubação de frangos de corte, exigindo prescrição de antibiótico usado para produção de frangos de corte e reduzindo o uso de antibióticos humanos para tratar frangos de corte em mais de 80% desde 2011.

Preocupação mundial da saúde
“Infecções resistentes aos antibióticos é uma preocupação global de saúde”, diz Donnie Smith, presidente e CEO da Tyson Foods.

“Estamos confiantes que nossas carnes e aves são produtos seguros, mas queremos fazer a nossa parte para reduzir de forma responsável os antibióticos humanos na produção, para que esses medicamentos sejam utilizados para tratar doenças quando necessários”.

“Dado o progresso que já tivemos reduzindo os antibióticos em nossos frangos de corte, nós acreditamos que é possível eliminar totalmente o uso até o final do nosso ano fiscal de 2017. Mas não vamos colocar em risco o bem-estar dos animais apenas para chegar lá. Vamos usar os melhores tratamentos disponíveis para manter nossos frangos saudáveis, sob supervisão veterinária”, disse Smith”.

Outras cadeias de fornecimento
Tyson Foods também está formando grupos de trabalho com os produtores independentes de carne bovina, suína e de peru correntes da empresa para discutir formas de reduzir o uso de antibióticos humanos na produção de gado, suíno e peru. Esses grupos começarão as reuniões neste verão.

O departamento de Negócios Internacionais da Tyson Foods está comprometido em tomar medidas similares em uso de antibióticos em suas produções de frango mundial, mas ainda não definiu um prazo. Tyson Foods planeja trabalhar com a indústria de alimentos, o governo, veterinária, saúde pública e comunidades acadêmicas, e fornecer financiamento, para acelerar a pesquisa sobre a prevenção da doença e alternativas aos antibióticos na produção. A empresa também está obtendo dados de seu Painel Consultivo de Bem Estar Animal, que é composto de conselheiros independentes.

Responsável Técnico dos animais
 “Um dos nossos principais valores é trabalhar como técnicos responsáveis pelos animais – nós não vamos deixar os animais doentes sofrerem “, disse Smith.” Acreditamos que é nossa responsabilidade ajudar a conduzir soluções sustentáveis para este desafio, trabalhando com nosso frango, peru, carne bovina e suína e todas as cadeias de fornecimento.”

Smith disse que a decisão não irá afetar o desempenho financeiro da empresa.

Fonte:  World Poultry

 

Anúncios

Publicado em 26 de junho de 2015, em Food Safety, Medicamento Veterinário e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: