Chumbo- Nestlé retira macarrão instantâneo Maggi das prateleiras na Índia

macarrao-isntantaneo

RIO — A Nestlé, que enfrenta uma crise de reputação na Índia, tirou seus macarrões instantâneos Maggi das lojas do país nesta sexta-feira, após testes feitos pela agência reguladora alegarem que alguns pacotes continham excesso de chumbo.

Após ter sido alvo de críticas por não reagir de forma rápida e decisiva, a Nestlé curvou-se às pressões no início desta sexta-feira e anunciou um recall na Índia.

Em um esforço para sufocar a mais significativa crise alimentar na Índia em quase uma década, a gigante suíça enviou o presidente do grupo, Paul Bulcke, para acalmar consumidores em uma coletiva de imprensa televisionada. Ele enfrentou tumulto, e foi frequentemente calado por jornalistas indianos. Mas afirmou, durante a coletiva, que os macarrões eram “aptos para o consumo”.

“Retiramos do mercado por causa da confusão, já que a confiança do consumidor foi afetada”, disse.

A Autoridade de Segurança e Padrões Alimentares da Índia (FSSAI) determinou que a filial da Nestlé interrompa a produção e venda de macarrão instantâneo Maggi no país, depois que exames detectaram altos níveis de chumbo no produto. A ag~encia reguladora ordenou o recall de “nove variedades de macarrão instantâneo Maggi”’ e a imediata interrupção da produção, alegando que o produto é perigoso para o consumo humano.

De acordo com a agência indiana, a empresa suíça infringiu as normas em três pontos: concentrações de chumbo que superam o limite estabelecido, rótulos enganosos sobre a presença de glutamato monossódico, um polêmico aditivo alimentar, e a venda de una variedade de sopa sem autorização.

Vários estados indianos, entre eles a capital Nova Deli, Uttrakhand, Gujarat e Jammu-Cachemira, decidiram retirar temporadiamente do mercado os macarrões instantâneos Maggi e realizar novos testes em amostras do produto antes de tomar medidas em conjunto com o governo federal. Em uma declaração conjunta disseram que o macarrão Maggi poderiam voltar às lojas logo que a situação atual for esclarecida.

O estado de Uttar Pradesh, por sua vez, decidiu processar a filial indiana da Nestlé. Caso seja considerada culpada, a Nestlé Índia será multada e seus dirigentes correm o risco de serem presos. A direção da empresa deve comparecer ao tribunal em 1 de julho.

O macarrão instantâneo Maggi tem grande aceitação entre estudantes universitários e ensino médio devido à facilidade e rapidez no preparo. E é o produto campeão de venda da Nestlé na Índia, registrando cerca de 15 bilhões de rúpias (US$ 240 mil) em vendas anuais.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/defesa-do-consumidor/nestle-retira-macarrao-instantaneo-maggi-das-prateleiras-na-india-16357545#ixzz3cPu55At9

Anúncios

Publicado em 7 de junho de 2015, em Contaminantes, Food Safety e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: