Pilgrim’s Pride, uma das maiores processadoras de frangos dos EUA, vai limitar uso de antibióticos

Pilgrim’s Pride, uma das maiores processadoras de frangos dos EUA, vai limitar uso de antibióticos

A Pilgrim’s Pride Corp. PPC +0.68% , segunda maior processadora de aves nos Estados Unidos, pretende eliminar todos os antibióticos de 25% de sua produção de frangos até 2019, em comparação aos atuais cerca de 5%, segundo seu executivo-chefe.

A Pilgrim’s também trabalha para eliminar, em sua unidade de frangos, os antibióticos usados para combater doenças humanas, em resposta às preocupações cada vez maiores entre grupos de consumidores dos EUA e autoridades de saúde pública de que o uso excessivo dos produtos contribui para disseminar germes resistentes a drogas.

O plano da Pilgrim’s delineia um dos cronogramas mais agressivos entre as empresas americanas de frangos para reduzir o uso de antibióticos, evidenciando as pressões dos consumidores pela restrição dessas drogas, usadas amplamente em aves e gado desde os anos 50.

“Temos um plano, um plano bem definitivo, no qual até o fim de 2018, cerca de 25% de toda nossa produção vai estar livre de antibióticos”, disse Bill Lovette, o executivo-chefe da Pilgrim’s, em entrevista.

Lovette disse que a projeção é baseada nos compromissos com os atuais clientes e poderia ser elevada, caso mais restaurantes e empresas de alimentos venham a solicitar o fornecimento de frangos criados sem antibióticos à Pilgrim’s, cuja sede fica em Greeley, no Estado do Colorado.

Muitas grandes redes de restaurantes revelaram planos para restringir o uso de drogas nos produtos de seus fornecedores. Em 4 de março, o McDonald’s Corp. MCD +3.13% anunciou plano para, em dois anos, deixar de usar gradualmente nos EUA frangos criados com antibióticos que tenham importância médica.

Em 2014, a rede de lanchonetes Chick-fil-A Inc. – que tem a Pilgrim’s entre seus fornecedores de frango – comunicou que vai parar de vender frango criado com qualquer antibiótico ao longo de cinco anos.

Chipotle Mexican Grill Inc., CMG -7.41% Panera Bread Co. PNRA -1.23% e muitas outras redes menores adotaram medidas similares.

Frigoríficos de carne, pressionados a preencher a lacuna, instruíram suas fazendas fornecedoras a limitar a uso de antibióticos na ração e água do gado.

A Perdue Farms Inc., que processa cerca de 12,4 milhões de frangos por semana, eliminou todos os antibióticos de cerca da metade da produção que vende e estima que 95% de seus frangos nunca receberam nenhum antibiótico usado em humanos.

A Tyson Foods Inc., TSN +0.18% maior empresa de carnes dos EUA, anunciou ter reduzido o uso de antibiótico em mais de 84% desde 2011 e que no quarto trimestre de 2014 parou de usá-los em suas chocadeiras.

A pressão dos consumidores provocou mudanças mais rápidas no setor do que as autoridades reguladoras. Em 2013, a Agência de Remédios e Alimentos dos EUA (FDA, na sigla em inglês) pediu às empresas de carnes e remédios para acabar com a prática das fazendas de dar antibióticos aos animais para acelerar o crescimento, mas as diretrizes lhes permitem continuar usando as drogas para evitar doenças e tratar animais doentes.

“Estamos vendo um crescimento bastante forte nos produtos livres de antibióticos”, disse Wesley Batista, executivo-chefe do frigorífico brasileiro JBS SA, JBSAY +2.76% controladora da Pilgrim’s, em entrevista. “À medida que os consumidores e a população buscam mais disso, o setor precisa acompanhar.”

Lovette, da Pilgrim’s, disse que a empresa investiu em probióticos – substâncias com bactérias benéficas aos sistemas digestivos – e medidas de biossegurança para ajudar a reduzir a dependência em relação aos antibióticos na prevenção a doenças. A Pilgrim’s espera superar o ritmo do setor de frangos como um todo na passagem para uma produção livre de antibióticos ao longo dos próximos três anos, segundo o executivo-chefe.

Fonte:  The Wall Street Journal

em: http://br.wsj.com/articles/SB10363523302272474292804580597343249793562

Anúncios

Publicado em 25 de abril de 2015, em Food Safety, Medicamento Veterinário e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: