Pirulito deixa queimadura em língua de menino australiano

B-gSP06CYAA0-0v

RIO — O australiano Lachlan Canak, de sete anos de idade, pensou que não teria problema comer um docinho antes de ir para a escola. Para sua surpresa, experimentar o pirulito Ogivas Juniors Extrema Sour, foi uma experiência dolorosa que lhe rendeu uma grande queimadura na língua. O menino foi obrigado a pedir socorro à mãe, como mostra o site Essential Kids.

Hayle, a mãe do menino, ficou chocada ao ver os danos causados pelo pirulito Warhead Sour e chegou a passar mal ao ver o “buraco” que ficou na língua do filho. O caso ocorreu na semana passada e Hayley decidiu postar uma foto do produto e do seu filho no Facebook para aletar os outros pais.

“Eu realmente senti a necessidade de compartilhar a foto. Isso aconteceu depois de o meu filho experimentar o pirulito, que tem um gosto azedo. Ele ficou com um buraco na língua”, escreveu Hayley no post que publicou na rede social.

Muitos pais comentaram o post da australiana na rede social, dizendo que ficaram preocupados ao verem o ferimento de Lachlan e que iriam jogar fora o produto.

O pirulito que queimou a língua de Lachlan contém ácido málico, o produto é comercializado pela empresa americana Impact Confections como um doce “extremo” com um sabor amargo intenso. A embalagem indica que o produto é apropriado para crianças com quatro anos de idade ou mais velhas. Os doces vêm com um aviso de que “comer vários pedaços dentro de um curto espaço de tempo pode causar irritação temporária em línguas e bocas sensíveis”.

Hayley, no entanto, disse que a lesão na língua de seu filho era mais do que uma simples irritação e que ele sentiu muita dor.

A família ficou aliviada ao ver que, ao fim do dia, a inflamação tinha diminuído. Apesar da melhora, a língua continuava a doer bastante e ele apresentava certa dificuldade para ingerir os alimentos.

RISCO EM LETRAS MIÚDAS NA EMBALAGEM

Lachlan não é a primeira pessoa a sofrer ao comer os pirulitos azedos. Várias outras postaram reclamações no Facebook relatando incidente semelhantes.

“Os pais devem ficar atentos. Minha filha comeu este produto e este é o resultado”, disse uma mãe americana irritada, postando junto a foto da filha com a língua queimada. “A empresa entrava em contado comigo sem apresentar uma solução. E insistiam em usar as palavras “irritação leve”. Minha filha não conseguiu comer ou beber por dias após o incidente. Camadas de sua língua foram queimados fora do ácido contido no doce”.

Um outro americano, cuja irmã teve a língua queimada ao consumidor o doce, disse que os avisos sobre os danos que podem causar estão em letras miúdas na embalagem.

“Minha irmã sentia muita dor ao comer ou beber. Só depois, quando decidiu ler o pacote, observamos que havia um pequeno aviso informando que consumo excessivo poderia causar danos à boca”, afirmou, ressaltando que dificilmente alguém lê as letras miúdas contidas nas embalagens de doces para ver os riscos à saúde.

Apesar da potencial possibilidade de lesões, fãs do Warhead costumam realizar desafios, durante os quais consomem quantos pirulitos conseguem tolerar e postam suas performances no YouTube.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/defesa-do-consumidor/pirulito-deixa-queimadura-em-lingua-de-menino-australiano-15412686#ixzz3T60YW779

Anúncios

Publicado em 26 de fevereiro de 2015, em Food Safety. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: