Novos testes confirmam presença de toxina em moluscos em Porto Belo

16837640

 

Novos testes confirmaram a presença de toxina diarreica (DSP) nos moluscos e água das áreas de maricultura de Porto Belo, no Litoral Norte catarinense, e em Governador Celso Ramos, na Grande Florianópolis. A interdição para consumo, retirada e comercialização de ostras, mexilhões, vieiras, berbigões e mariscos dos dois municípios continua vigente.

 

Estão interditados os seguintes locais:

Em Porto Belo
Perequê
Ilha João Cunha
Araça

Em Governador Celso Ramos
Ganchos de Fora
Canto dos Ganchos
Calheiros

Os testes são realizados pelo Laboratório Laqua-Itajaí, do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) a partir de amostras recolhidas periodicamente pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). As demais áreas de cultivo do litoral catarinense seguem liberadas. As inspeções preventivascontinuam mesmo após comprovada a desintoxicação. Os locais interditados só serão liberados após dois testes seguidos apontarem ausência da toxina.

 

Toxina diarreica (DSP)

A toxina diarreica é produzida por algumas espécies de microalgas que vivem na água, chamadas de Dinophysis, e quando acumuladas por organismos filtradores, como ostras e mexilhões, podem causar um quadro de intoxicação nos consumidores.

A presença de Dinophysis é conhecida em Santa Catarina e por isso os níveis da toxina são regularmente monitorados pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). Os últimos episódios de excesso de DSP no estado aconteceram em 2007 e 2008. Uma das explicações para o fenômeno são as condições ambientais favoráveis para a proliferação dessas algas: maior incidência solar, pouca agitação marinha e baixa salinidade da água do mar.

Sintomas

Os sintomas causados pela DSP são náuseas, vômitos, diarreia e dores abdominais e se manifestam em poucas horas após a ingestão de moluscos contaminados. A recuperação do paciente se dá entre dois e três dias.

 

Fonte: Diario Catarinense

em: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/geral/noticia/2014/09/novos-testes-confirmam-presenca-de-toxina-em-moluscos-em-porto-belo-4590757.html

 

Anúncios

Publicado em 21 de setembro de 2014, em Contaminantes, Food Safety e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: