Pesquisador desenvolve teste capaz de identificar formol no leite

Promessa é de que teste dê resultado imediato para os consumidores.
Segundo UnB, empresa adquiriu a licença para produzir e vender o teste.

 

52ca698c9bbbe62a502e81e70551e29356bd8730

Descobertas no ano passado, as fraudes no leite geraram indignação entre os consumidores e motivaram um pesquisador de Brasília (DF) a desenvolver um teste caseiro. O objetivo é que o consumidor possa detectar, por conta própria, a presença de formol no leite e em derivados, como mostra a reportagem do RBS Notícias (veja o vídeo).

Nesta semana, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou que detectou a presença de álcool etílico em lotes de leite e de requeijão de duas cooperativas do Rio Grande do Sul. Os produtos foram recolhidos do mercado.

As denúncias de irregularidades deixaram os consumidores desconfiadas. “A gente tem criança pequena em casa e fica com medo de dar algum problema com esses aditivos que eles colocam”, comenta o empresário Ricardo Bernardes.

Desde 2013, o Ministério Público gaúcho realiza operações de combate à fraude no leite. Uma das descobertas foi a adição de formol em mais de 100 milhões de litros produzidos no estasdo. A substância pode causar câncer e era misturada para aumentar a vida útil do produto. Mas identificar a fraude em laboratórios não é uma tarefa fácil.

Exames complexos são necessários e os mais rápidos ficam prontos somente em 24 horas. Mesmo com a fiscalização, algumas caixas de leite adulterado com formol chegaram aos supermercados. Mas uma pesquisa realizada na Universidade de Brasília (UnB) quer mudar esse quadro e facilitar a vida do consumidor.

Um teste foi desenvolvido pelo estudante de doutorado Guilherme Bandeira, como trabalho de mestrado. Fitas de papel com um reagente mostram o resultado em poucos minutos. Basta pingar uma gota de leite.

“O teste para formol é muito simples. É como se fosse uma fita em que você pinga a sua substância, coloca em contato com ela e, na presença de formol, vai gerar uma cor. Essa cor vai indicar a presença de formol. Caso não haja, ele gera outra cor ou simplesmente não gera cor nenhuma”, explica.

Por enquanto, uma empresa adquiriu a licença para produzir e vender o teste no país. Outras podem fazer o mesmo. “A principal vantagem deste teste é você poder levar ao consumidor a capacidade dele mesmo fazer o teste antes de consumir um produto. Hoje em dia, se você quiser fazer um teste para verificar se existe ou não formol em um produto, você terá que mandar para um laboratório, esperar até que seja feito um laudo, para ter essa garantia”, aponta Paulo Surez, professor de química da UnB e orientador da pesquisa.

fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/campo-e-lavoura/noticia/2014/08/pesquisador-desenvolve-teste-capaz-de-identificar-formol-no-leite.html

 

Anúncios

Publicado em 11 de agosto de 2014, em Contaminantes, Food Safety. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: