O perigo pode estar no prato

transgenicos cartaz_globonews

“O que não mata, engorda” é um ditado popular que parece ser a melhor forma para definir algumas escolhas alimentares.

Apesar de aparentemente saudáveis, alguns alimentos que ingerimos quase todos os dias, como tomates, batatas, feijão e mandioca podem ser – surpreendentemente – prejudiciais à saúde e provocar envenenamento se consumidos de maneira errada ou em excesso.

Em geral, os efeitos da intoxicação alimentar que pode ser provocada por bactérias, fungos, toxinas e vírus são náuseas, vômitos, diarreia, febre, dor abdominal, cólicas e mal-estar.

A maioria dos alimentos que podem provocar esses sintomas é de origem vegetal, mas felizmente a intoxicação não é tão simples de ocorrer.

No entanto, vale a pena tomar os devidos cuidados para evitar que a refeição termine no hospital.

Veja dez alimentos que são capazes de envenenar.

Os 10 piores alimentos do mundo. Não envenenam, mas devem ser evitados.

Refrigerante diet: excesso de sódio e aspartame.
Refrigerante: um copo contém dez colheres (de chá) de açúcar.
Donut: 35% é gordura.
Cachorro-quente: a carne processada aumenta os riscos de câncer no pâncreas.
Bacon: pode levar a doenças cardíacas.
Salgadinho de batata: apresenta acrilamida – substância cancerígena.
Batata frita: tem gordura trans e acrilamida.
Pizza: tem conservantes e farinha refinada.
Salgadinho de milho: feito com alimentos transgênicos e gordura.
Sorvete: muito açúcar, gordura e corantes.

Espinafre

O ácido oxálico presente no espinafre inibe a absorção de ferro e cálcio do vegetal e da refeição em geral.

A hortaliça também contém saponina, que pode causar inflamação no intestino caso as folhas sejam comidas cruas.

Durante o cozimento, mantenha a tampa da panela semiaberta para a saponina evaporar.

Cereja

Uma amêndoa dentro dos caroços de cereja, pêssego e ameixa contém o ácido cianídrico.

Seria necessário ingerir pelo menos 50 delas para que provocassem dores de cabeça, prostração, pulso rápido, respiração superficial, coma e morte.

Felizmente, os caroços são tão duros que você pode engolir um e ele sairá intacto.

Noz-moscada

Na composição química da noz-moscada há cerca de 4,5% de óleos essenciais, dentre eles, a miristicina, que atua como narcótico se consumida em grandes quantidades (o equivalente a metade de uma semente da noz), podendo causar euforia, alucinações seguidas de dormência e redução da pressão arterial.

Maçã

Elas são tão conhecidas que dificilmente alguém imagina que as maçãs possam ter toxinas venenosas.

Porém, as sementes da fruta possuem cianeto, mas em um nível muito baixo.

Se mesmo assim a pessoa mastigar e engolir dezenas de sementes, poderá sentir mal-estar causado pela substância.

Mamona

  Consumir até mesmo uma única semente de mamona pode levar à morte instantânea.

Além disso, pode também ser a causa de grave dor abdominal, náusea, vômitos e insuficiência renal.

Por outro lado, a mamona contém o óleo de rícino que traz vários benefícios e é muito utilizado para os cabelos.

Tomate

Até o ano de 1800, a maioria das pessoas nos Estados Unidos pensava que os tomates eram venenosos.

A fruta em si não contém veneno, mas o caule e as folhas possuem uma substância conhecida como glicoalcalóide que, em níveis elevados, pode gerar problemas estomacais e nervosismo.

Mandioca

 Algumas variedades de mandioca possuem ácido cianídrico, que pode causar intoxicação.

Nas espécies de mandioca mais populares (aipim ou macaxeira), a concentração é insignificante.

Porém, a “mandioca brava” possui uma quantidade maior e, se for malcozida ou crua, pode provocar intoxicação.

Batata

 Não se deve comer batatas verdes, pois elas podem conter solanina, uma substância tóxica que causa alucinações, dores de cabeça, diarreia, vômito e dor abdominal.

Apesar de prejudicial ao organismo, a quantidade de solanina presente nas batatas é bastante baixa.

Seria necessário ingerir 3 kg para adoecer.

Cogumelos

Esses fungos são alimentos extremamente perigosos, pois existem milhares de espécies, além das comestíveis.

Consumir os silvestres pode causar problemas gastrointestinais ou até mesmo lesão pulmonar grave.

Uma das toxinas de cogumelos mais mortais é a alfa-amanitina, que causa danos ao fígado.

Feijão

Se malcozido, o feijão contém uma toxina chamada fitoemaglutina.

O tipo vermelho possui quantidades maiores do composto, porém, a fervura ou o cozimento a uma temperatura elevada destrói a toxicidade.

No entanto, consumir feijão cru poderá resultar em náuseas, vômitos ou diarreia

fonte: O Tempo

em: http://www.otempo.com.br/interessa/sa%C3%BAde-e-ci%C3%AAncia/o-perigo-pode-estar-no-prato-1.784056

Anúncios

Publicado em 22 de fevereiro de 2014, em Food Safety, Nutrição e marcado como , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: