Quanto menos açúcar melhor

Mais de 60% dos brasileiros excedem o volume sugerido para o consumo

diabetes

Em um único dia, a relações-públicas Carol Freitas, 34, precisou furar seu dedo 19 vezes para, com uma gota de sangue, conferir se a quantidade de glicose (açúcar) presente no organismo estava em nível normal.

Mas uma nova medida de redução de açúcar nos alimentos industrializados promete ajudar as pessoas com diabetes e as que buscam uma vida saudável.

Com a campanha “Action on Sugar” (Ação sobre Açúcar, em tradução livre), lançada neste ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) sugere uma redução de até 30% do açúcar nos alimentos para combater, principalmente, a epidemia de obesidade e diabetes no mundo.

Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde, o órgão já vem se reunindo com representantes da indústria alimentícia para estabelecer acordos semelhantes aos já firmados para a redução do sódio e da gordura trans.

Exagero. Em 2011, uma análise sobre o consumo alimentar do brasileiro feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que mais de 60% consomem quantidade de açúcar superior ao recomendado pelo ministério (10% da ingestão total de calorias diárias) e, pelo menos, 82% da população ultrapassa o consumo ideal de gordura saturada (7% do total de calorias diárias).

A medida proposta pela OMS seria suficiente para reverter esse quadro, segundo afirma a médica Adriana Bosco, presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD – regional Minas Gerais).

“Sem dúvida (a medida) vai ter um grande impacto e deve melhorar muito a situação, porque as pessoas começam a se conscientizar.

Campanhas contra a Aids, o álcool e o fumo têm propagandas com letras garrafais mostrando os males à saúde, e se vê uma diminuição no consumo de tabaco, por exemplo.

Mas isso não tinha chegado ainda aos alimentos”, observa.

A endocrinologista afirma que atualmente as quantidades de açúcar presentes nos alimentos industrializados são absurdas.

“Uma lata de refrigerante e pacotes de biscoitos recheados têm quase dois a três copos de açúcar”.

Além disso, Adriana explica que há que se tomar cuidado também com os carboidratos complexos.

“Massas, pizzas, arroz, batata e a cerveja são alguns desses alimentos que quando ingeridos se transformam em açúcar.

Isso não significa que são proibidos, mas depende da quantidade ingerida.

Carol Freitas, que hoje mantém o blog Doces Contos de uma Vida Doce, afirma que levou tempo até que sua mãe se acostumasse com a condição de diabética da filha.

“Quando nasci, a minha mãe achava que eu tinha que me adaptar ao mundo e não o contrário, mas com o passar do tempo, ela viu a necessidade de reduzir o açúcar e isso acabou trazendo benefícios para toda a família”, lembra.

Consumo

Mundo. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos recomenda aos adultos que consomem 2.000 cal/dia a ingestão de apenas 40 g (dez colheres de chá) de açúcar.

 

fonte: O Tempo

em: http://www.otempo.com.br/interessa/sa%C3%BAde-e-ci%C3%AAncia/quanto-menos-a%C3%A7%C3%BAcar-melhor-1.782664

 

Anúncios

Publicado em 2 de fevereiro de 2014, em Food Safety e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: