Estudos mostram como resíduos do herbicida Roundup da Monsanto são tóxicos para o ser humano

vd_herbicida-mosanto-toxico_az

Eles estão nos principais elementos da dieta, como açúcar, milho, soja e trigo, e o impacto negativo no corpo é gravíssimo, gerando enfermidades como câncer, diabetes e autismo

Os cientistas argumentam que as declarações oficiais da Monsanto que alegam que os produtos herbicidas Roundup não são tóxicos para os seres humanos não correspondem à realidade dos estudos.

“O glifosato é o ingrediente ativo do Roundup®, o herbicida mais utilizado no mundo.

A indústria afirma que ele é minimamente tóxico para o ser humano, mas aqui [no estudo], provamos o contrário”, diz a investigação realizada por Anthony Samsel, cientista e consultor independente, e Stephanie Seneff, do ‘Laboratório de Inteligência e Ciência da Computação’ do MIT, publicado em 18 de abril. (Veja o estudo aqui.)

De acordo com o relatório, o glifosato inibe a enzima citocromo P450 (CYP), que “desempenha papel crucial na biologia ao desintoxicar os xenobióticos”. Desta forma, o glifosato se torna um componente altamente tóxico para mamíferos.

Resíduos tóxicos de glifosato no Roundup se encontram nos principais alimentos da dieta ocidental, principalmente no açúcar, milho, soja e trigo.

Ao bloquear as enzimas, “o glifosato aumenta os efeitos nocivos dos produtos químicos de origem alimentar e de outros resíduos e toxinas ambientais”.

“O impacto negativo sobre o corpo é insidioso e se manifesta gradualmente ao longo do tempo, como uma inflamação que danifica os sistemas celulares de todo o corpo”.

O estudo detalha como a substância interfere com as enzimas CYP e atua sinergicamente na interrupção da biossíntese de aminoácidos aromáticos pelas bactérias do intestino, bem como a deterioração no transporte de sulfato sérico.

“As consequências são a maioria das doenças e condições associadas com uma dieta ocidental, que incluem distúrbios gastrointestinais, obesidade, diabetes, doenças cardíacas, depressão, autismo, infertilidade, câncer e doença de Alzheimer.”

A capacidade deste produto no nível dos resíduos nos alimentos para induzir enfermidade “mostra que o glifosato é um ‘exemplo clássico’ da entropia semiótica exógena: a perturbação da homeostase por toxinas ambientais”, destacaram os pesquisadores.

Outro estudo recentemente publicado, que foi desenvolvido em conjunto com a observação dos efeitos dos transgênicos, também produzidos pela Monsanto, mostrou que apenas os herbicidas por si mesmos causam em roedores disfunções hepáticas e renais, além de aumentar muito o risco de câncer e diminuir a expectativa de vida.

fonte: Epoch Times

em: http://www.epochtimes.com.br/estudos-mostram-como-residuos-do-herbicida-roundup-da-monsanto-sao-toxicos-para-o-ser-humano/#.Uq4aGfRDslJ

 

Anúncios

Publicado em 15 de dezembro de 2013, em Agrotóxicos, Food Safety e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: