Comida importada da China está cheia de produtos químicos, tintas, pesticidas e ingredientes falsificados

ch_comida-importada-contaminada

Você realmente sabe o que está na comida que você come que é importada da China?

Se você não sabe, você não está sozinho: A Inspeção Sanitária (FDA) dos EUA verifica apenas 1-2% de todos os alimentos importados da China, então eles também não sabem.

Mesmo quando inspecionam um carregamento, eles raramente o testam para metais pesados, pesticidas, PCBs ou outros contaminantes tóxicos.

Mark A. Kastel, analista sênior de política rural do Instituto Cornucopia, enfatizou este ponto quando testemunhou semanas atrás num Comitê do Congresso no Subcomitê de Relações Exteriores para a Europa, Eurásia e Ameaças Emergentes, dizendo: “Nós não confiamos, por boa razão, nos chineses para fornecer ingredientes para alimentar nossos cães e gatos.

Por que deveríamos confiar em exportadores chineses para a comida que alimentamos nossas crianças e famílias?”

Essa é uma boa pergunta.

Especialmente quando, como Kastel acrescenta, a comida chinesa está sendo rotineiramente encontrada com “produtos químicos não aprovados, corantes, pesticidas ou mesmo completas falsificações”.

Alimento contaminado da China

Conforme a Natural News já informou, a comida da China é frequentemente encontrada com níveis alarmantes de metais pesados (arsênico, cádmio, chumbo, mercúrio) e outros contaminantes.

Politicamente, a China é uma ditadura comunista, onde a liberdade de expressão é completamente banida.

Regulamentos ambientais quase nunca são cumpridos.

A cultura é uma decepção total e mentir, enganar, roubar ou cometer fraude para se sobressair é considerado completamente aceitável – porque é assim que o governo opera lá.

A decadência moral da China se reflete diretamente na desonestidade alarmante de sua oferta de alimentos. (Sim, as exportações de alimentos do país refletirão suas filosofias políticas e culturais. A liberdade produz alimentos saudáveis. A opressão e o comunismo produzem comidas enganosas e mortais.)

Entretanto, mesmo com tudo isso sendo amplamente conhecido, as fazendas chinesas raramente são inspecionadas por certificadores orgânicos.

“Os certificadores dos EUA são incapazes de fiscalizar fazendas de forma independente e garantir a conformidade com os padrões de alimentos orgânicos e agrícolas do USDA, que são necessários para a exportação para os EUA”, explicou Kastel em depoimento. “Essas importações não devem ter permissão de alcançar nossa costa até que tenhamos um sistema para assegurar aos consumidores que eles estão recebendo o que pagam.

Assim como os EUA cultivam commodities orgânicas, a segurança destes produtos deve ser rigorosamente supervisionada por inspetores independentes.”

Leia aqui o depoimento completo de Kastel.

Ingredientes falsificados são a nova norma na China

Também depondo na audiência estava Patty Lovera, o diretor-adjunto de Washington DC da Food & Water Watch.

A notícia sobre a fraude alimentar da China “é um fluxo constante de controvérsias que vão desde a adulteração com ingredientes falsificados como melamina em produtos lácteos, até surtos generalizados de doenças animais como a gripe aviária e altos níveis de resíduos de pesticidas”, testemunhou Lovera.

“Na semana passada, reportagens descreveram uma campanha do governo chinês para acabar com uma operação de carne falsa, levando à prisão de mais de 900 pessoas acusadas de fazer passar mais de US$ 1 milhão em carne de rato como carne de carneiro.”

Veja aqui a cobertura da Natural News sobre o escândalo de carne de rato falsificada.

Você está comendo muito mais comida da China do que pensa

Por que isso importa? Porque você está comendo muito mais comida do China do que você provavelmente imagina.

Não apenas varejistas como a Whole Foods vendem “certificado orgânico” para alimento cultivado na China, a grande maioria dos pós de superalimentos vendidos na América do Norte utilizam matérias-primas compradas a granel da China. Suplementos nutricionais, ervas e vitaminas são muitas vezes feitos com materiais da China.

Nem tudo da China é ruim, mas em nossos próprios testes de laboratório aqui no Natural News, estamos chocados ao descobrir quão frequentemente produtos da China estão contaminados com metais, solventes químicos e resíduos de pesticidas.

Nós rejeitamos dezenas de fornecedores em nossa própria busca por ingredientes limpos para usar na formulação de nossos produtos e ainda tivemos de enviar o produto de volta que chegou a nosso armazém e simplesmente não atendia nossas exigências rigorosas de controle de qualidade. (Fato verdadeiro: Nós recentemente tivemos de retornar vários milhares de quilos de bagas de goji a um fornecedor, quando o produto falhou em nossa revisão de controle de qualidade.)

Mas aqui está a parte ainda mais assustadora em tudo isso:

Foi-me dito várias vezes que sou a única pessoa fazendo essas perguntas

Quando falo com fornecedores de matérias-primas, várias vezes eles me dizem que sou a única pessoa a lhes pedir para testar metais pesados e pesticidas e enviar amostras de produtos para nosso laboratório.

Isso ocorre frequentemente. Desde então, eu aprendi que não há praticamente qualquer diligência realizada por varejistas de produtos naturais.

A maioria deles simplesmente compra e vende, despacha caixas e transporta produtos, enquanto fecha os olhos para a verdade sobre o que estão comercializando.

Eles literalmente não se importam se seus produtos estão contaminados com metais pesados. Eles só querem vender, vender, vender!

Ainda mais chocante – e parece que sou o único jornalista relatando esse fato de cair o queixo – atualmente não há limites estabelecidos pelo USDA (Departamento de Agricultura dos EUA) para a contaminação de alimentos orgânicos certificados.

Um produto pode ser orgânico do USDA e ainda conter níveis mortais de mercúrio, arsênico ou chumbo.

O USDA não testa ou mesmo regula os metais pesados nos alimentos por meio de seu programa de certificação orgânica!

Assim, você pode fazer compras num varejo famoso de produtos naturais e pode pegar um produto com o logotipo Certificado Orgânico do USDA, pensando: “Isto foi certificado e assegurado como saudável pelo governo dos EUA.”

Vocês estão sendo enganados.

Esse produto pode ser cultivado na China, num campo de escoamento de mercúrio de uma instalação industrial.

E poderia conter níveis ridiculamente altos de mercúrio, arsênico, PCB e até mesmo solventes químicos.

Você poderia estar comendo pura morte e pagando extra por isso!

Isto não é um ataque ao USDA, ao contrário.

Seu programa de certificação orgânica é surpreendentemente bom para o alcance que ele tenta satisfazer.

Mas entenda que o orgânico do USDA certifica um processo, não um resultado.

No nível da fazenda, isso significa que alimentos não são intencionalmente cultivados com pesticidas e herbicidas, mas isso não diz absolutamente nada sobre a contaminação por metais pesados dos campos de produção de alimentos na China.

Fraude maciça de alimentos orgânicos

Na verdade, o que está realmente ocorrendo agora em escala global é uma fraude maciça de alimentos orgânicos.

O alimento é cultivado na China e recebe certificado orgânico mesmo que inspetores americanos não visitem as fazendas.

Esse alimento é então importado para os EUA e quase nunca inspecionado.

E é embalado e vendido mais caro como alimento natural em lojas de varejo, estampado com o selo USDA Orgânico.

Mas em nenhum momento ao longo do caminho – exceto em casos extremamente raros – o alimento é testado para metais pesados ou outros contaminantes.

É por isso que Mark Kastel afirma corretamente que este alimento não pode sequer ser de confiança “para comida de cachorro”, muito menos para alimentação própria ou da família.

Não se enganem sobre isso: A China é um país cheio de mentirosos imorais, antiéticos e enganadores. (Taiwan, por outro lado, é muito diferente e tem um código moral muito mais forte, bem como decência humana básica.)

Lembre-se: Eu falo mandarim.

Eu vivi na cultura chinesa.

Eu viajei por toda a Ásia e até mesmo fiz inúmeros discursos públicos para o público chinês.

Além disso, tenho investigado e escrito sobre alimentos e segurança alimentar por mais de uma década.

Muito poucas pessoas são tão qualificadas para lhe dizer a verdade sobre o que realmente está em sua comida que sai da China e posso lhe afirmar que eu não confio.

Na verdade, a única maneira de eu comer qualquer coisa da China é se eu submetê-la a testes exaustivos e verificar que os níveis de contaminação são muitos baixos e aceitáveis.

Há alguns bons produtos da China que são completamente seguros e saudáveis.

Certos cogumelos medicinais, por exemplo, são produzidos na China e são limpos.

Alguns produtores de bagas de goji são honestos e limpos.

Não há dúvida de que há produtores orgânicos que produzem produtos limpos na China, mas estes são exceção e não regra.

Como padrão, todos devemos assumir agora que qualquer coisa da China está fortemente contaminada.

Quase universalmente, os alimentos cultivados na América do Norte são mais limpos e menos contaminados.

Isto não é verdade 100% do tempo, mas geralmente é assim.

Agricultura tóxica chinesa arruína agricultores honestos

A parte triste disso tudo é que os alimentos da China estão arruinando economicamente os agricultores dos EUA e Canadá que geralmente são muito mais honestos e éticos em suas práticas agrícolas.

Assim, enquanto os agricultores norte-americanos estão sendo colocados fora do negócio por seguirem as regras estabelecidas pela EPA, FDA e USDA, os agricultores chineses estão nos vendendo “orgânicos” contaminados e tóxicos e alimentos fraudulentos produzidos em violação às regras!

É por isso que eu digo: cultive, compre e coma localmente tanto quanto possível.

E até que a China limpe sua contaminação alimentar, faça seu melhor para evitar a comida da China.

Eu não confio até que cada lote seja exaustivamente testado em laboratório e que os testes sejam tornados públicos.

Agradeço ao Cornucopia de Mark Kastel por ter a coragem de apresentar muito disso em depoimento ao Congresso.

Tenha certeza que o Congresso nunca me pedirá para depor sobre a contaminação alimentar, porque eu descreveria uma verdade tão horrível que as pessoas parariam de comer por dias…

P.S.: A razão pela qual seus cães e gatos estão morrendo de diabetes e câncer hoje em dia é porque você está lhes dando comidas e petiscos altamente tóxicos importados da China.

Estes produtos estão sobrecarregados com solventes e produtos químicos industriais tóxicos que causam danos permanentes ao fígado e rim, entre outros efeitos secundários devastadores.

Você pode encontrar estas guloseimas tóxicas e coloridas sendo vendidas em todos os grandes varejistas de lojas de animais.

Eles estão vendendo a morte de seus animais e tendo um bom lucro com isso.

Esta matéria foi originalmente publicada Naturalnews.com e republicada com permissão na Epoch Times .

Saiba mais aqui

fonte: Epoch Times

em: http://www.epochtimes.com.br/comida-importada-china-cheia-produtos-quimicos-tintas-pesticidas-ingredientes-falsificados/#.UqQ4APSkrww

Anúncios

Publicado em 12 de dezembro de 2013, em Agrotóxicos, Food Safety e marcado como , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: